Make your own free website on Tripod.com

André Rocha

Simplicidade Voluntária

Home
Quem sou eu?
.CV.(Portuguese)
.CV.(English)
Fotos - New Zealand
Juventude Utópica
Outros Escritos
Fotos - Teatro
Fotos - André Roch@
ENFARO's
Fotos - Família Roch@
Para meu Filho
Fotos - Lucas Roch@
Para minha Afilhada
Para minha Amada
Minhas viagens
My Graduation
Links favoritos
Simplicidade Voluntária
Contate-me

"Projeto SV"

Simplicidade Material, Consciencia Ecologica, Escala Humana, Autodeterminacao, Crescimento Pessoal.
 
"O proposito da vida eh criar uma vida com proposito"

O Chamado para a simplicidade

O Chamado para a simplicidade

O Fórum da Simplicidade

 

Introdução

 

O século 20 testemunhou uma expansão sem precedente do mercado capitalista, da inovação técnica e de aumentos no consumo material para uma minoria da família humana. No entanto estas inegáveis conquistas foram alcançadas ao custo de grave desigualdade social, desmedido dano para o mundo natural, erosão dos relacionamentos familiares e comunitários, e efeitos corrosivos no bem-estar pessoal. Agora, na aurora do século 21, um número crescente de indivíduos, governos e instituições estão reconhecendo que a boa vida, como compreendida pela cultura de consumo, não é universalmente atingível e é insustentável em longo prazo. A perpetuação da cultura de consumo ameaça as bases sociais e ambientais da civilização humana e, com elas, o bem-estar das gerações futuras e qualquer esperança de harmonia doméstica ou paz internacional.

Nós, membros do Fórum da Simplicidade, aspiramos melhorar a condição humana através da promoção de valores e práticas da vida simples como caminhos para mudança positiva na cultura e política. Acreditamos que uma maior expansão da cultura de consumo não pode proporcionar uma boa vida para a maioria da humanidade. Desejamos fervorosamente assegurar uma melhor qualidade de vida para os indivíduos, famílias, comunidades e o mundo. Cada um de nós tem devotado nossa vida pública e privada na exploração de modos de vida que são ecologicamente corretos e que enriquecem e fortalecem as conexões nos relacionamentos humanos. Esperamos encontrar um lugar dentro da comunidade maior das coisas vivas que satisfaça necessidades humanas legítimas até por respeito à nossa total dependência ao mundo vivo para nossa própria saúde e sobrevivência continuada.

Para este fim, dedicamo-nos a um trabalho significativo de evolução cultural que nos movimenta para além da ideologia que afirma que a tecnologia, crescimento econômico e consumo pessoal crescente podem finalmente produzir uma boa vida para todos. Aspiramos por um modo de vida mais fundamentado na sabedoria tradicional e que utiliza maior inteligência social na busca do bem-estar universal. Afirmamos que os valores, práticas e princípios da simplicidade são rotas melhores que levam a uma boa vida para todos.

 

O que as pessoas precisam

 

Reconhecemos que as pessoas variam extensamente nas suas necessidades e não presumimos propor uma abordagem normativa às necessidades humanas. Contudo, nossa experiência de vida atesta que uma graciosa suficiência de bens materiais é essencial para nosso bem-estar, mas não é, por ela mesma, suficiente para uma boa vida. Além das necessidades materiais, precisamos sentir nossas vidas sendo guiadas e contribuindo para significados e propósitos que são mais que pessoais. Precisamos de amizade, intimidade, e comunidade em sociedade com outras pessoas, com a natureza, e com o sagrado.Precisamos experimentar e dar prazer em ambientes que são estimulantes, belos e seguros. Precisamos de um senso de ligação com a história e com o lugar onde vivemos. Essencial para satisfazer estas necessidades é uma abundância de tempo livre para conceber uma vida de realização e equilíbrio. Enquanto a boa vida é essencialmente um trabalho contínuo e progressivo para cada indivíduo, as condições que prevalecem na economia, sociedade e o ambiente físico podem possibilitar ou obstruir a sua realização.O aumento da produção e consumo de coisas materiais, além da graciosa suficiência requerida para uma vida humana digna, pode realmente ameaçar a realização de uma boa vida.

 

O Que Valorizamos

 

Como membros do Fórum da Simplicidade, experimentamos a vida simples em situações de diversidade social, ambiental e pessoal. Acreditamos que certos valores chave guiam e expressam as escolhas que fazemos ao simplificar nossas vidas.  Apesar de “A vida simples” se manifestar de acordo com características individuais, acreditamos que freqüentemente incluirá:

  • Cultivo da amizade, relacionamento familiar e solidariedade com a comunidade.
  • Comunhão com a natureza e com o que consideramos sagrado.
  • Desenvolvimento de modos de vida que “caminhem levemente” sobre a terra, sustentem e enriqueçam a comunidade de toda forma de vida e que preservem recursos para gerações futuras e aqueles a quem tem sido negado os meios mínimos para uma vida digna e saudável. Almejamos o crescimento progressivo da liberdade e bem-estar humanos por meio da utilização mínima de recursos materiais para a promoção da equidade, justiça e paz.
  • Cultivo do bem-estar e saúde pessoais através de atividades que nos empregam diretamente para prover nossas próprias necessidades essenciais e aquelas para nossa família e vizinhos.
  • Busca de trabalho significativo e oportunidades para usar nossos talentos e habilidades únicas por meios que são pessoalmente gratificantes e em serviço à humanidade.
  • Estar conscientemente atento para os propósitos e valores essenciais da vida. Buscamos formar vidas de integridade que mostrem consistência entre o que s professamos e como agimos.
  • Busca afirmar a importância positiva da felicidade humana; o valor da segurança física, emocional e financeira; e a capacidade de cada pessoa de realizar integralmente todo o seu potencial humano.
  • Valorizar o tempo e um sábio equilíbrio das atividades da vida que liberem nossos dias para o cultivo da nossa humanidade ao invés de confinar nosso turno diário ao ciclo da aquisição, consumo e desperdício.
  • Vivendo com simplicidade valorizamos significado, propósito na vida e beleza. Estimamos frugalidade, economia e suficiência como expressão do nosso respeito pelo custo para a natureza – e às vezes para outras culturas que cada produto material representa.

 

O que Praticamos

 

Vida simples não é somente uma filosofia, mas também uma maneira de ser. Reconhecemos que a prática da vida simples admite muitas expressões, estações, e diferentes formas dentro de uma diversidade cultural e tradições históricas. A vida simples é moldada também pelo gosto pessoal, circunstâncias familiares e necessidades diversas. Nossas conversações sobre vida simples têm nos ajudado a apreciar e afirmar o poder das seguintes práticas para a melhoria da nossa qualidade de vida:

  • Para muitos que escolhem a simplicidade, o envolvimento consciente com a vida é sua própria recompensa. Como Henry David Thoreau compreendeu, a vida simples é a vida examinada. Vivendo com simplicidade praticamos a atenção consciente no ciclo diário. A vida escolhida intencionalmente é fundada na consciência e na liberdade contra as distrações. Reconhecendo que uma vida alegre vem da expressão interior do nosso senso de propósito, sabemos que uma vida com determinação requer estar conscientemente “presente”, aqui e agora, para a majestade revelada por nossa experiência diária.
  • Empenhamo-nos por uma suficiência graciosa de posses materiais, reduzindo a escala do nosso consumo e o uso de energia, dinheiro e recursos. Aplicamos inteligência financeira quanto ao uso do dinheiro e, quando aplicável, usamos criatividade para satisfazer nossas necessidades sem dinheiro.
  • Cultivamos ativamente relacionamentos de intimidade, amizade e comunidade, assim como a conexão com a natureza. Em respeito à nossa vida compartilhada na comunidade, exercitamos nosso direito de auto-gestão democrática em solidariedade com nossos vizinhos e em paz.
  • Aplicamos nossas energias e talentos para criar meios de vida que são ecologicamente sustentáveis, saudáveis, ativos e autônomos. Esforçamo-nos para fazer isso em casa, no ambiente de trabalho, na comunidade e vizinhança.
  • Afirmamos o valor de práticas que contribuem para uma abordagem da vida através do exame e da reflexão. Acreditamos que vida simples contribui para o desenvolvimento do espírito e é, às vezes, a própria expressão de maturidade espiritual.

 

O que propomos

 

Buscando promover a boa vida através da nossa celebração da vida simples, nossas pesquisas e nossos trabalhos de transformação social e pessoal, convocamos outros para se juntarem a nós nessa experiência.

Convocamos educadores de todos os níveis para explorarem junto com seus estudantes as possibilidades e recompensas potenciais de uma vida de graciosa simplicidade e serviço humano significativo. Desafiamos professores a equiparem aprendizes de todas as idades com o conhecimento, habilidades e atitudes essenciais para uma existência rica e humana que caminha mais levemente sobre a terra.

Convocamos empresas para re-examinarem seus papéis na sociedade e contribuírem para a boa vida fornecendo produtos e serviços de forma sustentável e eqüitativa que sejam belos, funcionais, duráveis e que satisfaçam as necessidades humanas essenciais. Desafiamos as empresas a expandirem seus mandatos além do ganho financeiro e abraçar o serviço à comunidade, bem-estar do trabalhador e restauração dos ecossistemas da Terra.

Convocamos os meios de comunicação de massa para re-examinarem seus papéis e responsabilidade na construção de um futuro sustentável. Programas de televisão e propagandas promovem agressivamente meios de vida que são insustentáveis para gerações futuras.Orientando as mensagens da mídia em direção a objetivos puramente comerciais, estão simultaneamente programando nossa civilização para o fracasso ecológico e evolucionário. Porque a mídia tem formado poderosamente nossa atitude coletiva em direção ao consumo por décadas, a indústria da comunicação e jornalistas tem uma responsabilidade importante em servir o interesse público – que é examinar o impacto do nosso consumo na Terra e como podemos criar vidas valiosas com baixo nível de consumo.

Convocamos governos para eliminarem políticas que penalizam aqueles que escolheram a vida simples e a adotarem políticas que reconheçam o pleno potencial da vida simples para a melhoria do bem-estar humano, promoção de harmonia social e contribuição para a sustentabilidade ecológica.

Convocamos a todos que vivem em países afluentes, e todos aqueles que aspiram à semelhante tipo de vida, para honestamente e sem medo, examinarem suas vidas através das seguintes questões: Quanto é o suficiente? O que é a boa vida? Quais eram as esperanças dos meus ancestrais para mim? Quais são minhas esperanças para meus filhos?

 

O Fórum da Simplicidade

 

O Fórum da Simplicidade é uma rede de líderes convidados que fomenta sinergias e associações cooperativas entre seus membros, possibilita foco organizacional para pessoas que praticam a vida simples, e atua como um veículo para o desenvolvimento no campo da simplicidade. Encorajamos a discussão e exploração pública da riqueza da vida simples e, para este fim, envolvemos ativamente a mídia, pesquisadores acadêmicos, redes de influencia social e cultural e o processo político. O Fórum da Simplicidade objetiva dar suporte à esperança, identidade e empoderamento dos seus membros enquanto oferece um sinal para a humanidade de que “a vida examinada, ricamente vivida” é uma aspiração digna e disponível para todos.

 

 

SIMPLICITY FORUM

2002 CONGRESS REPORT

AUGUST 22-25, OBERLIN, OHIO

 

The Simplicity Forum

Administered by the New Road Map Foundation & Seeds of Simplicity

www.simplicityforum.org

 

 

http://www.simpleliving.net

Book Cover