Make your own free website on Tripod.com

André Rocha

Home | Quem sou eu? | .CV.(Portuguese) | .CV.(English) | Fotos - New Zealand | Juventude Utópica | Outros Escritos | Fotos - Teatro | Fotos - André Roch@ | ENFARO's | Fotos - Família Roch@ | Para meu Filho | Fotos - Lucas Roch@ | Para minha Afilhada | Para minha Amada | Minhas viagens | My Graduation | Links favoritos | Simplicidade Voluntária | Contate-me

Para minha Afilhada

Minha afilhada

LUANA...
Quando você veio
nossos dias encheram-se de
Imagens como num filme bom .
Nossos assuntos incluíram a
espontaneidade das promessas de criança .
Apesar de serem poucas
suas manifestações de alegria,
Víamos serenidade em seus sorrisos.
Acreditamos na estabilidade do seu
crescimento e sabíamos que seria "grande" .
Profetizamos sua sabedoria e torcemos para
que fosse amante do conhecimento .
Aqueles seus dedos finos nos disseram que
seria amante das artes e do toque .
Gostamos do seu abraço porque em nossa dureza
nos abraçamos pouco.
Aquela força cósmica não conseguimos
explicá-la mas cresce a cada dia e
nos envolve a cada aproximação .
Aquela sua linguagem muda transbordou em
palavra , gestos e manifestações de carinho .
Quando você veio,
deixamos de ser tão duros e o que
era Roch@ transmutou-se em paisagens de emoção.
Do lado de cá foi a primeira tudo.
Filha , neta , sobrinha , afilhada ...
Queríamos foguetear naquele dia .
Inspirou-nos poemas de esperança e
confiança na utilidade da vida .
Afinal , qual o verdadeiro objetivo da vida ?
Insistimos em guardar os filmes e fotos
do seu avô com você no colo .
Foram momentos de alegria que
registramos na sua história .
Sublime encontro de gerações .
Obrigado .
Quantos anos você tem ?
Talvez poucos para que o encantamento
e ludicidade não possa fenecer.
Talvez muitos e possa entender o
motivo pela qual corremos tanto e
não encontramos nada .... Que o vazio está sempre lá .
Que não existe caminho ... Criamos caminhos .
Que não existe realidades valiosas sem grandes sonhos .
Talvez 15 ... que é pouco se a sua
lucidez é tamanha que possa separar
o tempo de viver do tempo de vida .

Quantos anos você tem ?
Não importa ...
Contemos os beijos e abraços compartilhados
para que nossas almas se comuniquem.
Vejo você passeando graciosa e feliz
entre os perdidos no mundo .
Namorando , estudando , brincando , chorando , tocando,
cantando , dançando , gritando ...
Enfim , sorvendo cada momento como se fosse
o único ... simplesmente vivendo .
Livre das amarras mundanas e das formas plastificadas
Jogando bola com seu pai
Pegando sua mãe no colo
Educando suas irmãs e aprendendo com elas .
Quantas pessoas ouvem o seu nome e brilham ?
A quantidade não importa .
Importa seu poder de transformar cada
contato em momentos para a eternidade .
Vejo você assim ...
Com a postura de quem investiga os
mistérios do universo .
Com estrelas nos olhos e a lua no coração .
Ofereco-lhe a minha atenção .
Deus abençoe .
Em seus 15 anos 27/09/2000

Luana aos 15 anos

Quando Luana Nasceu.......27/09/1985

Temo tuas andanças e visões do erro em
Que vivem os homens da rua .
Creio no brotar de uma mulher sábia
Em terras brutas de lutas .
Subirás os degraus rumo ao amor universal
Cantando e versificando em qualquer lugar .
Beijará tanto o mendigo leproso quanto
O arrogante dono dos cofres .
Tanto as meretrizes apodrecidas quanto
As virgens imaculadas e alienadas .
Tanto o bêbado da sarjeta quanto o abstêmio convicto .
Tanto o bêbado da sarjeta quanto o abstêmio convicto.
Tanto a rosa seca e massacrada quanto
O lírio belo e puro .
Tanto um inimigo que te apedreja quanto
O amigo que cobre teu corpo em manto embalsamado .
Quando a fitei no leito inquieta .
Vi em teus dedos finos o poder de tocar
As nuvens de sabedoria .
Avistei a força cósmica na orla de tua retina .
E senti todo o corpo em chamas acesas pelo
Brilho da lua , ainda que fosse dia fora de
Ti e de mim .
Entendi tua linguagem e ouvi teus gritos que diziam :
Eis aqui a mulher incomum e imperfeita , mas sedenta
por desvendar os olhos cegos daqueles que cultivam
a ignorância monstruosa de serem ... insensatos .
Que tuas vestes espelhem a face de teus pensamentos
E não se enganem por conceitos alheios .
Que teus pais sejam um degrau resignado
Na escada de tua ascensão .
Que a mão de Deus seja teu leito macio
E teu fardo inquietante .
Que a paz e o bem comum seja o objetivo
Em teu crescimento .

Luana, seja uma "Grande Mulher"